Segunda-feira, 2 de Agosto de 2010

Capitulo 2

Tom: Eu a comportar-me como uma criança?

Bill: Sim! Agora deixa-me pagar.

 

Ele dirige-se à banca onde estava a máquina registadora, Tira uma nota de cinco euros e entrega ao empregado que agora já estava à frente da máquina, este entrega-lhe duas moedas de 10 centimentos como troco.

 

Empregado: Voltem sempre!

 

O Bill sorriu e depois pegou no braço do Tom e arrastou do café para fora.

 

Saí do café e chamei um táxi, que me levou a casa. Chego lá e estão vários carros da polícia. Pego na chave de casa e abro a porta, a minha casa estava cheia de polícias, o que é que acontecera?

 

Eu: O que aconteceu Senhor Agente?

Senhor Agente: Os seus pais morreram, com muitos mais políticos numa reunião.

Eu: Como? - Ainda consegui perguntar porque no momento a seguir fiquei cheia de lágrimas nos olhos, nas bochechas rosadinhas, nos lábios até no pescoço.

Senhor Agente: Estavam numa reunião quando uma bomba arrebenta e mata todos os políticos dentro da sala. - Eu ouvia o que o Senhor dizia mas sempre com lágrimas a saírem dos meus pequenos olhos azuis safiras.

Senhor Agente: Eles só queriam matar os seus pais…

Eu: Porquê?

Senhor Agente: Os seus pais tinham em posse um documento que poderia pôr o País em guerra, e muitos dos alemães querem a guerra.

 

Outro agente entrega-me uma chave estranha, porque era electrónica.

 

Senhor Agente: No banco central de Munich há um cofre que será aberto por essa chave, mas antes de seres maior de idade tens que te esconderes, e esconder essa chave.

 

Agarrei na chave e fiquei a olhá-la avaliando-a. Nunca pensara que os meus pais tivessem tanto poder na política.

 

Eles querem que eu desapareça, isso quer dizer sair de Munich ou até da Alemanha.

 

Senhor Agente: Nós encontrámos um casal na América do Norte, mais precisamente Nova York, que queria adoptar alguém para a tua idade. Falámos com eles e eles aceitaram de muito grado ficarem contigo.

Eu: Mas eu não posso destruir o documento agora?

Senhor Agente: Não, Não é só o documento, e também tem que ser maior de idade. Mas menina Meyer só falta um ano.

 

Eu olho para a chave pela última vez, de seguida guardo-a no bolso do casaco. Limpo a cara à manga do braço direito e assinto com a cabeça.

 

Senhor Agente: A Partir de agora és Americana e chamas-te Lena Meyer.

 

 

Consegui ter alguma inspiração, mas não pensem sempre isso

publicado por Calypso às 23:43
link do post | criticar | favorito
|
5 criticas:
De Diiane a 3 de Agosto de 2010 às 11:40
OMG OMG
DRAMA!!!! o.O
Coitadinha dela.
Quero Mais!
De Jeanette ᵛᵛ a 3 de Agosto de 2010 às 11:47
EU AMO ISTO DEMAIS.
Uma bomba?
Coitada da Lena... (e dos pais dela principalmente)
Muito pequenino este, menina Mary.
Mais, sim?
Bjs
P.S. - tenho no meu blog pessoal uma coisa há qual dever achar piada *Logan L.*
De ficsaboutstars a 3 de Agosto de 2010 às 18:24
Olá. Ainda bem que gostaste!:)
A tua fic também está muito gira. :)
Espero que continues a visitar o meu blog. Eu vou continuar a visitar o teu. :)
Bj
De ficsaboutstars a 3 de Agosto de 2010 às 23:01
Ainda bem que gostaste! :)
De Andrusca ღ a 4 de Outubro de 2010 às 20:03
Coitada da moça!
O polícia a dar aquela notícia foi tããoo suave xD
Gostei :D

Comentar post

.Musica


MusicPlaylistView Profile
Create a MySpace Music Playlist at MixPod.com

.mais sobre mim

.pesquisar

 
I adopted a Naruto chibi! ^.^


.Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. The bitter taste of reven...

. Voltei/ Prólogo

. Capitulo 2 parte 4

. Capitulo 2 parte 3

. Capitulo 2 parte 2

. Capitulo 2 parte 1

. Capitulo 1 parte 2

. Capitulo 1 parte 1

. Nova fic

. Capitulo 16 (último)

.arquivos

. Agosto 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

blogs SAPO

.Histórias do Serum Maluco